Toda religião nasce como poesia

“De uma coisa eu desconfio com força: Toda religião nasce como poesia e morre como dogma. Dogma é letra morta. Poesia é vida pura. Mas quem lê poesia como quem lê bula de remédio fica doente. Se bem me lembro, Jesus preferia as parábolas. Jeito atravessado de fazer teologia: converter a vida em poesia e devolver a poesia pra vida.”

Luiz Carlos Ramos

Fotografia © Vitor Chaves de Souza
Nikon + 24mm @ Auvers, França, 2012